Buscar
  • SINASEFE BAMBUÍ

Após assembleia, Sinasefe Bambuí está em Estado de Greve

A assembleia geral realizada por videoconferência na última quarta-feira, 27 de abril, resultou na implementação de Estado de Greve pelo Sinasefe Bambuí. A decisão dos filiados presentes no evento foi para que, a partir daquela data, o sindicato se posicionasse para a iminência da deflagração de greve.



Diferente do Indicativo de Greve e da Deflagração da Greve, o Estado de Greve é entendido como um status de alerta dado aos governantes. Funciona como um aviso de uma possível greve em vista e funciona também como um momento para debates, reflexões e mobilizações em torno da pauta, que, desta vez, é a Recomposição Salarial dos Servidores Federais, que chega a quase 20% de defasagem.

O Estado de Greve da Seção Sindical Sinasefe Bambuí pode culminar ou não na adesão à Greve Geral já convocada pela direção nacional, com início previsto para 16 de maio.

Vale lembrar que a greve é um direito assegurado pelo artigo 9º da Constituição Federal de 1988: “Art. 9º É assegurado direito de greve, competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender.”.


Criação do Sinasefe Centro-Oeste de Minas

Ao iniciar a reunião no dia 27 de abril, o presidente do Sinasefe Bambuí pediu que a discussão das pautas fosse invertida, porque a assembleia contava com a presença de representantes da Seção Sinasefe Ifmg, que solicitaram participar das discussões sobre a criação da Seção Sinasefe Centro-Oeste de Minas.

O presidente abriu as deliberações sobre o assunto explicando a todos que a pauta foi trazida pela base do Sinasefe Bambuí no grupo oficial da entidade no whatsapp e, devido ao apoio de vários membros do grupo, a diretoria se comprometeu a colocar a pauta em assembleia. A ideia era a de que, caso a proposta fosse aprovada, o Sinasefe Bambuí seguisse com as articulações junto aos demais campus envolvidos para a criação da Seção Centro-Oeste de Minas, que seriam Bambuí, Arcos, Formiga e Piumhi.

Ao final das discussões, ficou decidido pela maioria que não haverá a criação da nova seção e alguns filiados se dispuseram a buscar a formação de uma chapa para a diretoria do Sinasefe Bambuí, de forma a manter a seção ativa.


31 visualizações0 comentário